terça-feira, 31 de dezembro de 2013

E acabou mais um ano, e este blog também.
Feliz 2014. :)

sábado, 9 de novembro de 2013

Oi, . Você apareceu aqui nos comentários, fui fuçar seu blog pra te conhecer, e já saí roubando postagem. É o meu jeitinho ;)
Beijos

1. Você dorme com as portas do seu armário abertas ou fechadas? Fechadas, sempre
2. Você leva embora os shampoos e condicionadores dos hotéis? Não, mas aqueles sabonetinhos podrinhos sim, já me salvaram.
3. Você dorme com seu edredom dobrado pra dentro ou pra fora? Olha, aqui no sul eu precisei dormir com ele dobrado em cima de mim, e/ou, ensanduichada nele.
4. Você já roubou uma placa de rua? HAHAHAHA, pior que já!
5. Você gosta de usar post-itAmo, adoro, venero, preciso.
6. Você corta cupons, mas depois nunca usa? Não.
7. Você prefere ser atacado por um urso ou um enxame de abelhas? Tem como preferir alguma dessas coisas?
8. Você tem sardas? Algumas manchas de sol.
9. Você sempre sorri para fotos? Sim, e muito.
10. Qual é a sua maior neura? Eu tenho aquele TOC de leve com coisas assimétricas, ou meio desarranjadas.
11. Você já contou seus passos enquanto andava? Sim.
12. Você já fez xixi na floresta? Já, várias vezes. Na floresta, no cerrado, na praia...
13. E quanto a fazer cocô na floresta? Aí não foi possível.
14. Você dança, mesmo se não tiver música? Hoje menos, mas pelo menos bato pezinho.
15. Você mastiga suas canetas e lápis? Não, mesmo porque hoje em dia eu mascaria o teclado, né... tanto tempo sem escrever que nem sei mais como é um lápis.
16. Com quantas pessoas você já dormiu essa semana? Com nenhuma. Nem na semana passada, nem na outra...
17. Qual o tamanho da sua cama? Casal.
18. Qual é a música da semana? Já foi de Ramones a Arcade Fire. Semanas passadas foi o Passinho do volante (AAAAAAAAAAAAH Le lek lek lek lek... descobri tardiamente e virei funkeira).
19. O que você acha de homens que usam rosa? Não acho nada. 
20. Você ainda assiste desenhos animados? De vez em quando eu vejo filme animado.
21. Qual é o filme que você menos gosta? Afe, eu te-tes-to Closer. Mas a lista de desafetos cinematográficos é bem grandinha.
22. Onde você enterraria um tesouro escondido, se você tivesse algum? Véi, eu sou a pessoa que desenterra coisas, olha pra minha cara...
23. O que você bebe com o jantar? Tô re-viciada na coca-cola e é isso.
24. No que você mergulha um nugget de frango? Smoked chipotle sauce, daTabasco, única maneira de conseguir engolir um nuggets.
25. Qual é a sua comida favorita? Abobrinha e berinjela, de muitos jeitos.
26. Quais filmes você poderia assistir várias vezes e continuar amando? Já perdi a conta de quantas vezes vi Cidade de Deus, Pulp Fiction, Senhor dos Anéis, e Tubarão, o preferido toda vida.
27. Última pessoa que você beijou/beijou você? O Namorado. E faz um tempão já.
28. Alguma vez você já foi escoteiro(a)? Não.
29. Você posaria nu(a) em uma revista? Não.
30. Quando foi a última vez que você escreveu uma carta pra alguém no papel? Nossa, faz tanto tempo que nem lembro.
31. Você pode trocar o óleo de um carro? Não tenho nem carro, meu povo.
32. Alguma vez você ficou sem gasolina? Sempre.
33. Tipo favorito de sanduíche? Cebola e tomate refogados, no pão francês.
34. A melhor coisa pra comer no café da manhã? Café. É de tomar, mas é o melhor.
35. Qual é a sua hora de dormir? Não quero falar sobre isso, tá tudo zoado.
36. Você é preguiçosa? Bah, um monte.
37. Quando você era criança, o que você vestia para o Dia das Bruxas? Acho que nada diferente dos outros dias.
38. Qual é o seu signo astrológico chinês? Serpente. Sou peçonhenta em todos os horóscopos...
39. Quantos idiomas você fala? De verdade, falo bem mal o português. Mas me viro em mais umas 3 ou 4 línguas, e sou perita em mímica.
40. Você tem assinatura de alguma revista? Não.
41. Quais são melhores, Lego ou Logs Lincoln? Não faço a menor ideia.
42. Você é teimoso(a)? Magina, eu?
43. Quem é melhor... Faustão ou Sílvio Santos? Silvio Santos, claro, mas que raio de comparação é essa????
44. Já assistiu alguma novela? Sim, quando passava férias na casa da vó.
45. Você tem medo de altura? Tenho.
46. Você canta no carro? Às vezes sim.
47. Você canta no chuveiro? Sim, bastante.
48. Você dança no carro? Às vezes sim.
49. Alguma vez usou uma arma? Tudo vira arma quando a gente fica puto, né?
50. A última vez que você teve um retrato tirado por um fotógrafo? Sei não.
51. Você acha que os musicais são legais? Alguns são, outros não.
52. Natal é estressante? Estressantes são as pessoas loucas durante o natal.
53. Nunca comeu um Pierogi? Não, mas agora que eu vi o que é, quero.
54. Tipo favorito de torta? Daquelas de liquidificador, com atum, milho e afins, ou daquelas de palmito, de massa podre.
55. O que você queria ser quando era criança? Arqueóloga.
56. Você acredita em fantasmas? Não, pero que los hay...
57. Já teve um sentimento de Deja-vu? Muitas vezes.
58. Toma uma vitamina diária? Não.
59. Usa chinelos? Sim, em casa.
60. Usa um roupão de banho? Não.
61. O que você usa para a cama? Edredom, adoro edredom, mesmo no calor.
62. Primeiro show? Acho que foi uma banda de trash metal. Ouié.
63. Wal-Mart, Target e Kmart? Só conheço Walmart e é um horror.
64. Nike ou Adidas? Converse.
65. Cheetos ou Fritos? Cheetos, porque nem sei o que é Fritos.
66. Os amendoins ou sementes de girassol? Os dois, e as amêndoas salgadas torradas.
67. Já ouviu falar do grupo Tres Bien? Nope.
68. Já teve aulas de dança? Sim, fiz jazz até uns 13 anos de idade.
69. Existe uma profissão que você imagine fazer no seu futuro? Arqueóloga.
70. Você consegue enrolar sua língua? Dobro, minha mãe também, meu pai não consegue, nem minha irmã.
71. Já ganhou um concurso de soletração? Não, porque né...
72. Você já chorou porque estava feliz? Sim, ixi, hoje choro por qualquer coisa, aliás.
73. Possui algum disco de vinil? Sim, mas tá na casa dos pais.
74. E uma vitrola? Idem.
75. Você utiliza incenso regularmente? Não, detesto.
76. Já se apaixonou? Já.
77. Quem você gostaria de ver em um show? Ramones, mas não dá mais há uns 20 anos quase...
78. Qual foi o último show que você viu? Acho que o último show que eu fui foi do Brothers of Brazil, na Virada Cultural de SP.
79. Chá quente ou chá frio? Quentinho.
80. Chá ou café? Café, sempre.
81. Açúcar ou adoçante? Açúcar.
82. Você sabe nadar bem? Não me afogo.
83. Você consegue prender a respiração sem segurar seu nariz? Consigo.
84. Você é paciente? Descobri que sou um poço infinito de paciência.
85. DJ ou banda, em um casamento? Eu acho que prefiro nem ir aos casamentos...
86. Já ganhou um concurso? Sim.
87. Já fez alguma cirurgia plástica? Não.
88. Quais são as melhores azeitonas, pretas ou verdes? Afe, nenhuma delas.
89. Você faz tricô ou crochê? Nenhum dos dois.
90. O melhor lugar para uma lareira? Seria aqui na minha casa toda, porque ô lugar frio esse... 
91. Você já viajou pra fora do seu país? Sim.
92. Que lugares pretende conhecer? Meteora e Zakynthos, na Grécia.
93. Qual era a sua matéria preferida no Ensino Médio? História.
94. Você esperneia até conseguir as coisas do seu jeito? Não esperneio, apenas consigo ;)
95. Você tem filhos? Não.
96. Você quer ter filhos? Não.
97. Qual é a sua cor favorita? Laranja.
98. Você sente falta de alguma coisa da sua infância? Sinto de algumas coisas, mas tenho a memória. Percebi que sinto muita saudade dos meus avós, e das férias no sítio deles.
99. Se você encontrasse o gênio da lâmpada, qual seria o seu pedido? Namorado me ensinou que nessa situação a gente sempre pede mais pedidos...

terça-feira, 5 de novembro de 2013

Às vezes me dá uma saudade danada de escrever regularmente no bloguinho. Mas aí passa tudo bem rápido, porque eu sei que as histórias nunca vão ter graça - se antes eu tinha pouca inspiração, hoje sei que tenho nenhuma - e porque sei que vou ficar frustrada sabendo que ninguém lê, ou que tenho que mendigar leitores ('oi, atualizei o blog, passa lá, hihihi').
Mas tava aqui lendo um blog sério que tem umas postagens tão íntimas e engraçadas, que deu vontade de escrever rapidinho, e um pouquinho.

Outra coisa que me impede de escrever é que: tá tudo igual! Não tenho grandes novidades. Aliás, tenho uma sim: finalmente comprei a mesa de jantar! Eeee. Minha sala agora parece uma sala de verdade, com mesa, móvel lindo, e duas - eu disse DUAS - lindas poltronas. A Patsy e a Cremilda Verdadeira. Porque minha Patsy sempre foi Patsy embora Namorado sempre a tenha chamado de Cremilda vai saber deus porque não é mesmo? Mas aí eu adquiri de uma poltrona dois, mais brilhosa e retumbante que a Patsy, e que batizada foi com seu apropriado nome: Cremilda Verdadeira.

A vida aqui no Sul anda bem. Fiquei direto sem sair pra cima desde julho, o que parece um caralhão de tempo - e até que é - mas meique são só 4 meses. Na quinta, depois de amanhã, tô indo pra Roça, ficar por lá uns dias. Não tô de férias não. Aliás, com o calendário ainda esbudegado da Universidade, eu acabei é de começar o segundo semestre letivo 2013. Vou belíssima ficar de bundamento com a família e com o lindo Sombrinho - ah, vejam só que linda história: ele veio na minha pilotas, passou uma semana comigo aqui, e foi a coisa mais linda e mais linda e mais linda de todos os tempos. E desde então, só o vejo por Skype. Ainda bem que sexta-feira já estarei brincando com ele.

E os dias vão passando, e eu tive visitas, e parentes e amigos e namorados - opa, no singular, beijos tchau - e fiquei mal acostumada e comendo fora muitas vezes e apenas engordando. Fiz alguns exercícios e massagens para as judiadas costas, e contratei o Netflix, que é uma maravilha. Agora, assisto Lost, de novo, e mais uma vez e, ai, amo demais. Também assisti o piloto de Beverly Hills 90201 e fui uma pessoa abençoada por todo aquele glamour por uma hora e meia, há duas noites atrás. Daí que me pergunto: quem ainda precisa de TV, gente? 

E tal e coisa, coisa e tal, tenho passeado um pouco pelas ruas do entorno, eu que moro bem no centro, e fico tão feliz da vida de ter tudo ao meu redor. Fico triste da vida com as zicas do apartamento, mas acho que aos poucos tudo se ajeita, nem que seja na véspera do contrato vencer. Aliás, vai bater um ano de vida de bombachas. Oficialmente, novembro é meu mês de cidadania e janeiro é, oficialmente, o mês da instalação. 

E acho que é isso.

quarta-feira, 5 de junho de 2013

Às vezes dá dessas... minha última volta pra Cidade foi bem triste, chorei no avião e tudo, não queria vir. Não sei porque, mas cansei daqui já. Mas aí vim, meu Pai veio em seguida, e passamos uma semana de turismo desenfreado, o que foi bom mas também ruim porque eu me atrasei mais ainda com os afazeres daqui.

A casa continua como estava, agora até mais vazia porque eu coloquei a Patsy no outro quarto, e a sala não tem absolutamente nada. Eu não tenho a menor paciência pra essas coisas, descobri. Escolher mesa, escolher cadeira, ai que saco. Agora inventei que quero cortina no quarto, e fui relativamente bem sucedida: ao menos os suportes e o varão estão instalados, falta só a cortina. Pena que o evento de colocação do suporte tenha causado discórdia na vizinhança... Menos de cinco minutos de furo, e vizinho - aquele mesmo que há quatro meses faz barulho das 20h às 4h TODOS OS DIAS - gritou, bateu portas e janelas, soltou vários palavrões e ligou pra portaria xingando muito no interfone. Daí que aquela minha falta de vontade de voltar foi revigorada por um ódio incrível pela xucrisse do povo deste país do sul. Eu moro em um cortiço, e não sabia. Tsc.

Fora a gripe. Com esse tempo maravilhoso (verdade, o tempo anda bom, frio, mas firme. O céu é lindo, não posso reclamar da beleza do final de outono daqui), e eu aqui debaixo do edredom - MELHOR AQUISIÇÃO DA VIDA TENHO QUE DIZER - apenas lendo biografia da Marilyn e do JFK, enquanto deveria:
1. preparar a aula de sexta, que nem é minha, mas é provável que vire;
2. lavar roupa, que o cesto de roupa suja tá regurgitando já.

Mas me falta vontade, me falta coragem, me falta tudo hoje.
Só me sobra meleca e espirros em sequência de 4.

segunda-feira, 13 de maio de 2013

Se eu falasse abertamente nos valores, acreditem, minha 'sala de jantar' custou MUITO caro.
A questão é que ela é formada por: uma poltrona (linda), como aparato sentativo, e uma caixa de papelão como mesa de jantar. E a cadeira do escritório que é trazida pra sala no caso de ter um conviva.
E fim.

Minha maior vontade desde um tempo atrás é uma mesa de jantar, algo que eu não estava planejando inicialmente. O que tá me pegando nessa vida de casa nova é que:
1. eu passo mais tempo fora do que aqui. Nesse semestre eu tive (e ainda terei) TODAS as viagens possíveis e eu não tenho tido tempo de permanência suficiente pra poder correr atrás das coisas domésticas, ou ter saco pra esperar de 30 a 40 dias pra receber entregas...
2. o tempo em que fico aqui parada, fico sozinha. E acaba sendo suficiente ter o que eu tenho, porque na verdade, tá tudo bem.

Mas aí eu penso em visitas. Não pode ter visitas, que as visitas têm que ficar de pé, e revezar copos e pratos, que eu tenho em número reduzido também, e sentar um por vez na Patsy (a poltrona. Linda).
E aí, parentes já têm passagens compradas pra vir pra cá me visitar e ficar um tempo passeando na minha casinha. 

Não tem condições de receber gente com a caixona de papelão no meio da sala, a poltrona (linda) no cantinho, e o telefone no meio do chão do lado da porta. 

Fora isso, é pura lindeza & amor ficar por aqui.

Mas eu vou arrumar uma mesa daora. Mas que tem que combinar com um móvel trilhardário que eu vou comprar pra ser lindo junto com a Patsy (linda).
Aí, posso aposentar minha caixona de papelão. :)


Patsy sendo muito linda no cantinho, ao lado de minha 'mesa de jantar'